Tag

oktoberfest

Browsing

Há 37 anos, o mês de outubro é marcado pela intensa movimentação de turistas celebrando a cultura dos imigrantes alemães com a Oktoberfest. Mas, em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, a festa não acontecerá nos pavilhões do Parque Vila Germânica, como de costume.

Uma das cervejarias artesanais que estava confirmada para o evento deste ano, a Cerveja Blumenau está lançando uma Oktoberfestbier. O rótulo chegará aos pontos de vendas em outubro e trará, já no design, um dos momentos marcantes da festa: a tradicional sangria do primeiro barril.

“Nós levamos o nome da cidade que é marcada pela Oktoberfest. Não poderíamos deixar esse ano passar em branco”, comenta Valmir Zanetti, Diretor Executivo da Cerveja Blumena. “Ao criarmos a Cerveja Blumenau Oktoberfestbier, estamos propondo que a festa aconteça na casa das pessoas. Que as memórias da Oktoberfest sejam compartilhadas em torno da bebida que é o grande símbolo desse evento tão importante”, acrescenta.

O rótulo tem graduação alcoólica de 5% e 23 de IBU (escala de amargor que vai de 0 a 120). De acordo com o cervejeiro Marcos Guerra, os lúpulos alemães fazem uma conexão da Oktoberfest de Blumenau com a edição de Munique. “É um estilo clássico, leve e refrescante, com a cara da festa. Estamos muito orgulhosos em levar aos apaixonados uma cerveja que, certamente, estará nas próximas edições do evento”, diz Marcos.

Ações da Cerveja Blumenau em todo o país

Além do lançamento do rótulo, uma série de ações da Cerveja Blumenau acontecem em bares e restaurantes de todo o Brasil. A marca vai proporcionar decoração, copos e camisetas alusivas ao evento para que, a partir de 7 de outubro, a Oktoberfest seja lembrada mesmo fora da Blumenau.

A expectativa é de que cerca de 100 pontos de vendas participem. Derli Maggioni, gerente comercial da Cerveja Blumenau, comenta que a relação da marca com as tradições do município inspira esse tipo de ação. “Nós sabemos que muitos clientes desses pontos de vendas já vieram ou tem o desejo de vir à festa. Queremos manter esse encantamento vivo, mesmo sem o evento propriamente dito. A cidade merece”, finaliza.

O Oktoberfest contará coma apresentação da banda IRA!, no dia 29 de setembro. Eles entraram na programação musical do evento, que também conta com a participação das bandas Paralamas do Sucesso, Kiko Zambianchi, Diogo Nogueira, Biquini Cavadão e Blitz, além dos shows e músicas típicas alemãs da Banda Cavalinho, Banda do Caneco, Banda do Barril e o Bando do Fritz

“Queremos receber nosso público e ampliar o número de visitantes com atrações diversificas e de qualidade; por isso estamos trazendo o que há de melhor no cenário musical brasileiro e que esteja à altura da grandiosidade deste festival cultural já consolidado no calendário oficial da cidade”, afirma Walter Cavalheiro, embaixador do evento no Brasil.

A programação do Oktoberfest ocorrerá no período de 20 de setembro a 06 de outubro, no Jockey Club de São Paulo. A estimativa para esta 3ª edição é de superar o público da festa do ano passado, que foi de 80 mil visitantes.

Os ingressos estão à venda no valor de R$ 74,00 até o dia 06 de julho, quando entrarão em vigor o valor do terceiro pacote da festa, de R$ 93,00. O valor do quarto lote de ingressos, a partir de 22 de agosto até a véspera do evento será de 110,00. A partir dessa data, entrarão em vigor o valor cheio dos ingressos, de R$ 220,00.

3ª edição do São Paulo Oktoberfest

Quando: de 20 de setembro a 06 de outubro, de quinta-feira a domingo
local: Jockey Club de São Paulo
Horário: quinta-feira das 17h00 às 23h00; sexta-feira, das 17h00 a 00h00; sábado, das 12h00 a 00h00; domingo das 12h00 às 22h00
Valor: 2º lote – R$74,00 até 06 de julho. 3º lote –  R$93,00 até 22 de agosto. 4º lote – R$ 110,00 até 22 de setembro. Depois desta data será cobrado o valor integral de R$220,00
Acesse para adquirir o ingresso:  www.saopaulooktoberfest.com.br
Oktoberfest
Cartaz da 3ª edição do Oktoberfest / Imagem: divulgação

Iniciada originalmente em 1810 em Munique, na Alemanha, quando uma corrida de cavalos comemorou o casamento do então príncipe e mais tarde rei Ludwig (ou Luís) I, da Baviera, com a princesa Therese (ou Tereza), a Oktoberfest chegou ao Brasil no ano de 1978, na cidade de Itapiranga, interior de Santa Catarina. Seis anos depois, em 1984, foi à vez de Blumenau receber a festa, que, atualmente, é celebrada todos os anos com um grande público, durante 19 dias de celebração.

O evento chegou a São Paulo esse ano e o lugar escolhido foi o Sambódromo do Anhembi, em uma estrutura de 23 mil m². Foram oito dias de festa recheados de cervejas, comidas típicas e diversas atrações dos mais variáveis gêneros.

O espaço foi dividido em três áreas, Biertent, Biergarten e Bierpark. O Biertent era uma tenda coberta – onde só tinha acesso quem comprou o ingresso mais caro -, barracas com comidas típicas e cervejas nas tradicionais canecas de chop de 500ml e 1l. Além de shows, o Biertent também recebeu o tradicional grupo de dança alemã da Sociedade Filarmônica do Campo Belo.

Na parte exterior estava o Biergarten. O ambiente contava com mais barracas de doces e salgados, cervejas e um palco um pouco menor, que durante os dias de festa, contou com shows como Melanina Carioca, Péricles, Banda Eva, Mumuzinho, Durval Lelys e várias bandas típicas alemãs. Nesse mesmo ambiente, aconteceu o 1° Festival de Cervejas Artesanais, que contou com mais de 20 rótulos da bebida nacionais e internacionais e vários foodtrucks.

No Bierpark os visitantes puderam se divertir com alguns brinquedos como roda gigante, chapéu mexicano, carrossel, pula-pula, escorregador, dentre as mais variadas atrações para todas as idades.