Tag

Maneva

Browsing

Na última sexta (18), São Paulo recebeu, no espaço das Américas, a edição nacional do Reggae Live Station, evento que reúne os maiores nomes do reggae. Nesta ocasião estavam presentes quatro das maiores bandas do cenário brasileiro, que lotaram a casa e fizeram o público cantar muito.

A primeira banda a se apresentar foi o Planta e Raiz. O Grupo, que já está há 21 anos na estrada, cantou sucessos como “Com Certeza”, “Aquele Lugar”, “Oh chuva” e ainda presenteou os fãs cantando pela primeira vez “Fruto da Semente”, canção em parceria com Fabio Brazza, que foi convidado especial da banda para lançar mais um sucesso.

A segunda banda a subir ao palco foi a Tribo de Jah. Em sua turnê de 30 anos, a banda do Maranhão liderada por Fauzi Beydoun, que também divide os vocais com o seu filho Pedro Beydoun, levou ao palco o bom e velho reggae roots com canções como “Morena Raiz” e “Regueiros Guerreiros”. A banda contou também com a participação especial do músico Adonai, integrante da banda Cidade Verde.

Logo em seguida foi a vez do Armandinho apresentar seus sucessos ao público. O cantor que marcou uma geração com as músicas “Desenho de Deus” e “Semente” conseguiu manter o público cantando com ele do início ao fim do seu show, e para retribuir o carinho que recebeu, o regueiro  desceu do palco e cantou juntinho dos fãs.

E para a fechar a noite com chave de ouro, a banda Maneva se apresentou, ainda com a casa cheia, e embalou os casais presentes com suas românticas canções “Reviso Meus Planos” e “Luz que Me Traz Paz” e fez a galera pular ao som de “Meu Pai é Rastafari”.

O Reggae Live Station é um festival em que o principal objetivo é levar cultura aos amantes do reggae e mostrar que o movimento ainda é sobre a paz.

A Audio Club, localizada na Barra Funda, recebeu nessa última quinta-feira, 18, a segunda edição da Mix Apresenta, promovida pela rádio Mix, com shows da banda Maneva, Onze20 e Rael. A ideia da festa foi reunir personalidades de vertentes musicais próximas para apresentação de seus maiores sucessos.

Quem abriu as performances, por volta da 1h, foi a banda Maneva, que agitou a galera ao som de “Daquele Jeito”, “Chuva”, “Êxodo” e “Saudades do Tempo”. Como sempre, dando oportunidade para as novas vozes, o grupo convidou o talentoso Deko para cantar  em seu hit “Pisando Descalço”.

O vocalista Tales aproveitou para falar um pouco sobre nosso cenário político atual, deixando claro que está longe dele fazer palestra ou defender algum partido. “Temos que deixar essa rivalidade de lado, é o nosso futuro que está em jogo, é o futuro dos nossos filhos, dos nossos netos… Eles não estão nem aí para a gente”, completou o vocalista, se referindo aos políticos brasileiros.

Ao som de muitos aplausos a banda encerrou sua apresentação de mais de uma hora, dando lugar ao grupo Onze20.

Com todo seu gingado e carisma, Vitin, vocalista da banda Onze20, entrou no palco aproximadamente às 2h30 para acabar com a expectativa dos fãs. Cantou seus principais sucessos, como “Não Vai Voltar”, “Sem Medo de Amar”, “Me Leva” e “Te Roubar Pra Mim”, e animado com a agitação da galera, arriscou cantar um dos grandes sucessos do Charlie Brown Jr. “Lutar Pelo Que é Meu”, e foi incrível.

Essa era uma das performances mais esperadas da noite, e o guitarrista Chris Baumgratz e o baixista Fabio Barroso deram um show à parte. Vitin aproveitou o momento para agradecer o público pelo carinho e reforçar que devemos valorizar os novos talentos das nossas cidades. “Assim como nós, eles precisam de vocês”, finalizou o cantor.

Já era 4h da manhã de sexta-feira e o público continuava animado, aguardando a apresentação de Rael, que cantou seus maiores sucessos: “Do Jeito”, “Trabalhador” e “Rouxinol”. Como se não já não estivesse bom o suficiente, chamou o rapper Apolo para cantar “Minha Lei”, levando o público a loucura.

Quem estava próximo ao palco conseguiu ver o vocalista da banda Onze20, Vitin, acompanhando o show de cima do palco, com toda sua animação. Rael, nitidamente agradecido, o chamou para acompanhar na música “Ela Me Faz”, para surpresa de todos.

Com a casa cheia e como a Mix já vinha avisando, sem hora para acabar, as apresentações se encerraram perto das 5h da manhã. Agora vamos torcer para que seja organizada muito em breve a terceira edição.

Os ingressos estavam à venda pela Ticket360, e custaram entre R$80 e R$200.

Serviços: 

Audio Club

Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, São Paulo
Telefone: 11 3862-8279
Site: www.audiosp.com.br
Capacidade: 2500 pessoas
Classificação etária: 18 anos
Não tem estacionamento no local
Chapelaria
Ar-condicionado
Acesso para PNE
Wi-fi grátis mediante cadastro online

 

Na noite desta sexta-feira (31), a banda Maneva fez um show especial na capital paulista para comemorar seus 12 anos de carreira. Conhecida pelos hits “Saudades do Tempo”, “Pisando Descalço” e “Seja Para Mim”, a banda faz sucesso apresentando uma proposta de reggae com influências em outros ritmos musicais, como Rock, Dub e Soul, além de fazer através das letras uma  reflexão sobre a desigualdade social.

Para comemorar o aniversário da banda, foi promovido um verdadeiro encontro de reggae, destacando a visibilidade e o respeito aos cantores independentes que se lançaram na web e fazem muito sucesso fora deste mercado convencional.

Deko, um dos convidados especiais para o show de abertura, afirmou em meio à atração o carinho e a parceria com a banda. “Os caras do Maneva promovem a união”. Ele aqueceu a Audio Club com seu hit “Vou Rezar”, com a participação especial do beatbox Mautari. Além de apresentar ao público paulista a banda mineira Sô Vibe, que agitou a pista com a canção “Lua”.

Por falar em mineiro, a segunda atração da noite foi o encantador Gabriel Elias, de 22 anos. Pouca idade para muito talento: é cantor, compositor e multi-instrumentista, natural de Belo Horizonte. Já com a casa lotada, fez todos cantar ao som de “Anel de Coco, “Pequena Flor”, “Solar” e “Sinais”.

O jovem, que sempre teve a internet como meio de divulgação de sua arte, nos recebeu em seu camarim e contou um pouco sobre sua parceria com Maneva, que começou no ano passado, além de falar da diferença de receber esse carinho dos fãs ao vivo. “Isso é até um obstáculo que muita gente enfrenta de transformar o lance do virtual para o real, foi muito bom para gente e conseguimos converter o número de seguidores em fãs que nos acompanham em shows”.

Com os fãs já aguardando enlouquecidos, Maneva começou o show por volta das duas da manhã. O grupo levou ao palco Adonai, do Cidade Verde Sounds; a aguardada Ana Gabriela, que cantou em parceria com Tales “O Destino Não Quis”, e Rodrigo Piccolo, do Mato Seco.

Foram aproximadamente duas horas de apresentação sem pausas, embalando as principais canções desses doze anos de carreira, acompanhadas da energia da galera.

A banda nativa da capital paulista está no auge de sua carreira e pôde comemorar esse sucesso da melhor forma possível, com o carinho dos fãs e dando oportunidade para que o público conheça novas e talentosas vozes que merecem todo o espaço para serem reconhecidos.