Tag

Lifestyle

Browsing

Nessa última quinta-feira (25), rolou o lançamento da playlist ‘Na Vibe Retrô’ criada pelo salão de cabeleireiro mais badalado de São Paulo, o Retrô Hair, em parceria com a DJ Patrícia Andrade, que selecionou as músicas para essa nova tendência.

O evento foi realizado na unidade localizada na Rua Augusta, onde a DJ Patrícia levantou o astral dos convidados naquela noite, tocando ao vivo. A playlist contém mais de 100 músicas nos estilos que variam do black ao rock, todas internacionais. Nela, o ouvinte poderá escutar John Legend, James Brown, Elvis Presley, Jhonny Cash, Alicia Keys, Destiny’s Child, Alok, entre outros astros da música. A seleção é envolvente e permite que o modo aleatório seja muito bem aproveitado.

O evento contou com a parceria da marca de maquiagens Maybelline, que presenteou os convidados com diversos produtos de beleza. Além disso, havia aquele clima de descontração com bebidas à vontade.

A noite se tornou propícia também para mudar o visual, como no caso da cliente Letícia Daniel, que compareceu ao evento para prestigiar o lançamento da playlist, mas acabou empolgada pelo local. “O evento fluiu muito bem. A DJ tinha um jazz bacana e o ambiente estava muito animado com várias coisas acontecendo ao mesmo tempo”, comenta.

O salão possui duas unidades em São Paulo, na Rua Augusta e na Avenida Paulista, com decorações que seguem o nome da casa, e uma parte de barbaria separada. Os cortes custam R$ 90,00 com lavagem e finalização, e conta com profissionais bastante elogiados.

Para acessar a playlist, procure no Spotify ‘Na vibe retrô’ e curta bastante.

No terceiro dia de desfile, o SPFW recebeu em sua passarela a marca Apartamento 03. Criada em 2006, a grife surgiu com uma pequena encomenda feita por uma amiga ao estilista e dono Luiz Cláudio.

A coleção apresentada por Luiz foi baseada nos extremos:o claro e o escuro. Sua inspiração veio do livro “Visconde Partido ao Meio” de Ítalo Calvino, que destaca a dualidade entre o bem e o mal, foi isso que ele quis trazer às passarelas, uma mistura de tecidos sintéticos e naturais, tons e texturas, além da combinação do pesado e leve.

Na cartela de cores, o estilista apresentou tons como off-white, preto, azul marinho, bronze e caramelo que explicitam o ar noturno da coleção, além disso Luiz apostou no matelassê de seda e aplicações.

Na passarela, o Apartamento 03 apostou em vestidos, macacões e saias midis, que explicitam sofisticação e elegância da coleção.

A maquiagem e cabelo foram assinadas por Henrique Martins, que trouxe uma pele super iluminada e aos lábios um efeito glossy. E para complementar, o beauty stylist colocou duas pérolas negras na ponta do nariz para fazer alusão aos olhos de insetos. E no penteado, duas mechas soltas com os fios alisados e divididos ao meio complementavam o visual.

Desfile Apartamento 03
Foto: Juliana Campos

 

A Osklen foi a última marca a se apresentar nesta segunda (13) no SPFW. Como sempre, foi um dos desfiles mais esperados do dia – e por que não da edição 43? A participação de Oskar Metsavaht (Diretor de Estilo e Criação da marca) no exercício criativo do filme “Soundtrack” foi o ponto de partida para a construção da coleção de Inverno 2017.

A inspiração veio com o conceito e roteiro do filme em construção. Enquanto os diretores e produtores preparavam equipes para filmagem, Oskar desenvolvia sua proposta de roupas para a temporada. Tanto o filme quanto a coleção surgiram ao mesmo tempo. As referências visuais colhidas da Islândia somadas às leituras do filme resultaram em toda coleção: cor, formas e texturas das roupas.

A camisaria apresentada com camisa-parka, moletons com capuz, blusão de tricô saltavam aos olhos dos espectadores. As tonalidades das cores se destacavam nas peças; algumas praticamente monocromáticas; outras com cores vivas como amarelo, laranja e vermelho – mesmo que em pequenos detalhes de acessórios.

A marca trouxe para o desfile toda a sua preocupação com o meio ambiente através de tecidos orgânicos e ecológicos como moletom que recicla garrafas pet, couro de pirarucu e o tricot de alpaca. Um dos grandes destaques ficou para o tyvek que é um material empapelado, flexível, resistente à água e que demanda menos energia em sua composição.

 

Já parou para pensar que o seu desapego pode ser a peça que faltava para compor o look de alguém? Os brechós estão em alta como nunca e têm sido as primeiras opções da lista daqueles que desejam se vestir bem, gastando pouco. Entre um objeto esquecido e outro, uma moda vintage é formada, de forma sustentável, já que não fortalece o setor industrial de confecção e é econômico.

Em tempos não muito distantes, os brechós eram desvalorizados por serem associados com roupas velhas ou de pessoas mortas. Desse modo, comentar em alto e bom tom a realização de compras efetuadas nos mesmos, era motivo para olho virado e zombaria.

Tal preconceito mudou a partir do fortalecimento da moda vintage e do surgimento de brechós online. As antiguidades que foram retiradas dos guarda-roupas por terem sido consideradas “cafonas”, agora retornam ao melhor lugar deles. Já o brechó ganha mais um empurrão: ele migra para as plataformas online. Redes sociais como Facebook, Youtube, Instagram e Snapchat viraram palco de blogueiros e influenciadores que encontraram nessa iniciativa, uma forma de atrair o público e, em especial os jovens, com preços convidativos e combinações despojadas.

Mas afinal, o que é moda vintage?

A palavra remete a um estilo de vida e moda retrógrada. É uma recuperação dos estilos das décadas 1920, 1930, 1940, 1950 e 1960. Dessa forma, moda vintage ou moda retrô significam a mesma coisa. Essa retomada pode ser vista no resgate atual do estilo pin-up e até em calças jeans mais desgastadas, já que dão a impressão de antigas.

Com vídeos em seu canal no Youtube, a influenciadora, Sabrina Lima, de 23 anos, tem se dedicado a dar dicas aos internautas sobre como compor looks retrôs com produtos de brechós e bazares. Segundo ela, a moda vintage voltou com tudo, pois as pessoas estão muito alternativas e confiantes em si mesmas. “O pessoal está quebrando aquela coisa de ‘não vou usar isso, porque fulano não vai achar legal’, para colocar em ação o estilo próprio”, disse a youtuber.

Além disso, Sabrina também explicou o que caracteriza as peças vintage e deu dicas de onde encontrá-las em São Paulo. “As peças retrôs são aqueles jeans e couros mais grossos. A moda antiga era mais bem elaborada. Hoje em dia não se encontra mais aquele material em lojas e departamentos”, disse ela, que finalizou, apontando que a vantagem de seguir esse estilo deve-se ao baixo preço proveniente do tempo de fabricação das roupas e que o Centro de São Paulo e o bairro de Pinheiros são os destinos mais adequados para realizar boas compras.

Foto: Sabrina Lima
Foto: Sabrina Lima