Tag

Hogwarts

Browsing

Harry Potter é uma franquia mundialmente conhecida por seu sucesso e desempenho econômico. Em levantamento realizado pela revista Times, foi revelado que a franquia tem valor comercial de US$ 25 bilhões, quando combinados os inúmeros produtos relacionados a marca. Tal sucesso se deve aos 160 milhões de exemplares vendidos dos livros de J.K. Rowling, somente nos Estados Unidos, os oito filmes lançados para o cinema pela Warner Bros  (US$ 6,5 bilhões), o derivado Animais Fantásticos e Onde Habitam, os parques Wizarding World of Harry Potter e as demais marcas da série.

Todo esse sucesso teve início em 26 de junho de 1997, quando o primeiro livro ”Harry Potter and the Philosopher’s Stone” (Harry Potter e a Pedra Filosofal)  foi lançado no Reino Unido pela editora londrina Bloomsbury, sob autoria de J.K. Rowling, sendo posteriormente traduzido para mais de 65 idiomas. O sucesso de Harry Potter não é nenhuma surpresa: a história carrega mensagens de otimismo e crescimento espiritual, sendo uma fórmula atemporal sobre como enfrentar a vida e os desafios que ela nos impõe. Sob um olhar crítico e reflexivo, podemos observar que tudo o que Harry passa para finalmente derrotar O Lord das trevas é, na verdade, sua jornada para entender o que é o mundo. A trama constrói um sólido esquema de comportamentos humanos que agregam curiosidade e peso para cada personagem.

Este universo imagético de magia e superação sobre temas como abandono e fuga da realidade cativou crianças e adultos na época, tornando-se rapidamente um dos livros infantis mais vendidos. A Pedra Filosofal também foi o ponta-pé inicial para grandes franquias conseguirem seu espaço em meio às telonas, como as sagas Crepúsculo, Jogos Vorazes e Maze Runner. Quando o sucesso do livro já era incontestável, Rowling deu continuidade à história e em 1999, vendeu os direitos para a Warner Bros fazer adaptações cinematográficas de seus primeiros quatro livros, Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Em 2001, Harry Potter e a Pedra Filosofal estreou nos cinemas do mundo todo, o que alavancou ainda mais o rendimento financeiro dos quatro livros já existentes na época. Depois disto, a cada dois anos era lançado um novo filme de Harry Potter, e em paralelo, um novo livro, sendo o último lançado em 2007. A saga chegou ao fim nos cinemas em 2011, e no final de 2015, foi lançado a primeira edição ilustrada dos livros da saga, que promete ser publicada uma vez ao ano. Em 2017, para comemorar os 20 anos do primeiro livro, a editora Bloomsbury fez quatro novas capas, uma com cada brasão das casas de Hogwarts. E elas diferem da versão de capa dura para a de capa normal. Os novos livros serão lançados em junho deste ano. Ainda não há notícias de uma edição brasileira comemorativa.

Capa de Harry Potter e a Pedra Filosofal / Foto: Harrypotterfanzone.com

Em 16 de novembro de 2001, o mundo mágico criado por J.K. Rowling chegava aos cinemas com Harry Potter e a Pedra Filosofal. Exatamente 15 anos e 1 dia depois, no dia 17 de novembro de 2016, a magia retornava aos cinemas com Animais Fantásticos e Onde Habitam, a adaptação cinematográfica do livro de mesmo nome escrito pelo magizoologista Newt Scamander, com prefácio de Alvo Dumbledore.

O filme se passa 70 anos antes de Harry Potter, quando Newt e sua maleta cheia de criaturas mágicas chegam a Nova Iorque. Por um engano, sua maleta acaba trocada com a de Jacob, um não-maj (ou trouxa). Algumas criaturas escapam e começa o caos. Em outro plano, há tensão no Congresso Mágico dos Estados Unidos da América (órgão responsável pela população bruxa dos EUA). Com ataques suspeitos ocorrendo aos não-majs, a chegada de Newt e a fuga acidental dos animais não poderiam ocorrer em pior momento.

A nova face do mundo mágico explorado causa um reconfortante sentimento de nostalgia aos fãs, com diversas referências aos filmes de Harry Potter e novas criaturas mágicas em ótima computação gráfica. Além disso, o filme é uma nova chance para interessados no universo mágico de J. K. Rowling, já que, mesmo tendo relação com os filmes já disponíveis, sustenta-se por ter uma história sólida e de total entendimento.

A maior expectativa dos fãs está em um duelo entre Alvo Dumbledore, lendário diretor de Hogwarts, e Geraldo Grindelwald, recordado como um dos mais terríveis bruxos das trevas de todos os tempos. O filme chegou a ser citado por Cauê Muraro, do G1 Cinema como “’Harry Potter’ maduro e militante” por trazer mensagens importantes sobre segregação e repúdio. O filme já é um grande sucesso, ultrapassando US$ 607 milhões em bilheteria mundialmente. Já foram anunciados outros quatro filmes e as filmagens do segundo começam em julho de 2017.

Foto: divulgação
Foto: divulgação