Tag

Hambúrguer artesanal

Browsing

Neste final de semana, 10 e 11 de junho, acontece o 3º Festival de Hambúrguer Artesanal, em São Paulo, no Memorial da América Latina.

Os visitantes poderão montar tanto sanduíches clássicos quanto elaborados. Serão vendidos hambúrgueres feitos com carne de javali, suína, pernil, bovino angus, costela, picanha, linguiça, frango, cordeiro,  entre outros. E os pratos vegetarianos não estão fora do cardápio; serão várias opções como hambúrgueres de quinoa, abobrinha, berinjela e batata. Além disso, serão oferecidas diversas opções de pães  e acompanhamentos.

Quem participar da feira gastronômica ainda pode acompanhar os shows ao vivo do projeto Talentos no Memorial. Serão dez bandas, de diversos estilos musicais, se apresentando e deixado o clima do festival ainda mais divertido. 

Serviço:

3º Festival de Hambúrguer artesanal

Data: 10 e 11 de junho
Horário: das 10h às 21h
Local: Memorial da América Latina – Praça da Sombra
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Estacionamento pago: portões 4, 8 e 15

Foto: Pixabay

Como é se apaixonar? É sentir a mão suar, o coração acelerar, é aquele friozinho na barriga ao visitar a pessoa amada. Mas fique tranquilo, ainda não estamos falando sobre o Dia dos Namorados. Assim também é descrita a paixão pelo hambúrguer.

A sensação de avistar aquele prato suculento apoiado na mão direita do garçom que dobra a esquina do balcão para vir ao seu encontro é esplendoroso. É momento de ficar indeciso do que fazer. Se levanta para cumprimentá-lo, beija de cara ou morde? Santa indecisão! Ao final, agradeço e me despeço lentamente a cada saborear dos lábios.

Hoje é o Dia Mundial do Hambúrguer e em comemoração, não poderíamos deixar de falar um pouquinho sobre a sua trajetória.

Adaptado à culinária nacional, o hambúrguer se tornou o queridinho dos brasileiros, em especial dos paulistanos, mas o hambúrguer tem uma longa trajetória. Mesmo sendo popularizado nos Estados Unidos, seus criadores foram os alemães, imigrantes desembarcados do porto de Hamburgo, que levaram a especiaria para a América, em meados do século XIX, na feira mundial de Saint Louis. Mas suas origens vão mais além, por volta dos séculos XII e XIII: os povos Tártaros, tribos de nômades guerreiras que habitavam as estepes da Rússia, tinham por hábito amaciar a carne dura debaixo das selas dos cavalos enquanto cavalgavam.

Uma carne em meio a dois pães marca o início da popularização do hambúrguer nos Estados Unidos. Os primeiros a provarem essa especiaria foram os marinheiros, pela necessidade da proteína em seu organismo e por ser um alimento rápido. Logo essa ideia caiu no gosto da massa americana, por ser também um alimento prático e de baixo custo, o que se adequava a era da industrialização e que deu origem aos drive-ins e redes de fast foods. Hoje, com o incremento de outros ingredientes, o hambúrguer se tornou ícone mundial.

Comunidades pela internet, em páginas de redes sociais, grupos, blogs, sites, são alguns dos lugares em que pode ser encontrada a legião de fãs dessa especiaria. Eventos internacionais têm migrado para São Paulo para acompanhar o ritmo de crescimento da adoração pelo lanche. Competições de comilança e reuniões de hamburguerias já agitam a capital paulista, ao menos uma vez ao ano.

Na última década, o hambúrguer virou mania entre os brasileiros. Do cardápio das padarias, ele migrou para restaurantes renomados, com versões mais elaboradas, que podem ser apreciadas de garfo e faca. Em geral, nos estabelecimentos que vendem essa iguaria, os preços variam de R$ 7,00 o mais simples a R$ 45,00 as versões premium, que continuam sendo as mais solicitadas desde que a tendência foi lançada.

Nós do Portal Opa vamos aproveitar esse dia da melhor forma. E você, já sabe o que fazer com as dicas que demos durante esse mês?

Hambúrguer para comer de garfo  e faca / Foto: Caroline Lima

Frank & Charles é a casa da qual precisamos falar hoje. Sempre bem posicionada nas avaliações, com nota 4,5 no Facebook e 4,4 no Google Maps, não tinha como ignorarmos essa maravilha de hamburgueria.

O estabelecimento traz o estilo dos tradicionais diners americanos direto para São Paulo. A localização é quase escondida, um achado, um pequeno segredo, numa ruazinha que, se você não estiver atento, passa direto.

Desde o primeiro contato, tudo foi perfeito. O ambiente era despojado e confortável, sem filas, mesmo no horário de almoço no sábado, e não havia tumulto. Como se isso já não fosse perfeito, é o tipo de casa que faz tudo de maneira artesanal e com muito cuidado.

De entrada, como sempre, a batata frita da casa, uma porção de batatas rústicas (R$14,00) acompanhadas de molho barbecue (R$3,50) e maionese de manjericão (R$3,50). Estavam deliciosas, crocantes, sequinhas e em uma quantidade boa para quatro pessoas. Os molhos são um espetáculo à parte, indispensáveis.

A pink lemonade, composta de suco de cranberry e limão, é saborosa, e o que mais chama a atenção é seu tamanho: um copão de 500ml, sem excesso de gelo e frutas dentro do copo.

O hambúrguer escolhido foi o Sweet Bacon: pão preto (ou brioche), carne (blend de carne Angus), cheddar, bacon com maple syrup e cebola caramelizada (R$27,50). O hambúrguer é delicioso, tudo se encaixa, o crocante do bacon, o leve adocicado e ardido das cebolas caramelizadas e a carne, macia e suculenta.

Para sobremesa, inovamos: fomos de Double Gula, uma panqueca americana com doce de leite argentino, Nutella e sorvete de leite (R$19,00) só para fechar com chave de ouro. A composição é tão gostosa que dá vontade de repetir infinitas vezes.

Serviço

Frank & Charles
Rua: Tinhorão, 130 – São Paulo
Telefone: 3624-8763
Facebook: https://www.facebook.com/FrankCharles.1885/

*Preços sujeitos a alterações.

Texto original publicado por José Anderson dos Santos, especialmente escrito para o Portal Opa

Já sabe o que pedir? Pode começar pelo clássico que carrega o nome da casa, o Bruttus (R$24,50). O nome não é por acaso, o lanche realmente é “bruto” e vai levar sua fome embora. O pão tradicional com a maionese da casa, o hambúrguer bovino de 200g macio, acompanhado da dupla dinâmica cheddar cremoso e bacon crocante, é extremamente saboroso. Já o picles artesanal, o tomate, a cebola roxa e o alface trazem leveza e complementam o prato. Ah, e não se surpreenda se precisar comer de garfo e faca, dificilmente conseguirá morder o lanche segurando-o apenas com as mãos.

Se você gosta de sabores fortes, o The King (R$27,50) é uma boa escolha; o hambúrguer de 200g é feito na crosta de pimenta do reino. Além dos tradicionais hambúrgueres bovinos, o Bruttus Burguer possui opções com calabresa, frango e salmão. E se você não consome carne, pode escolher o No Beef (R$27,50), um lanche com o hambúrguer vegetariano de cogumelo e cevada, muçarela, cebola roxa, rúcula e molho da casa no pão australiano.

Um dos destaques da hamburgueria é a porção de batata. Apesar do corte rústico, ela consegue ser extremamente crocante por fora e macia por dentro. São quatro opções, sendo elas rústicas simples (R$11,00),  com alecrim (R$11,00), com bacon (R$14,00), e com cheddar cremoso e bacon (R$17,00).

Para quem gosta de acompanhar o lanche com alguma bebida, a casa oferece diversas opções de cervejas artesanais. Não se preocupe com a combinação dos sabores, os funcionários darão as sugestões de qual cerveja cai bem com o lanche escolhido.

O espaço não é muito grande, mas está sempre cheio, o que pode ocasionar em filas de espera para poder entrar. O ambiente é todo personalizado em estilo retrô. E se você gosta de rock’n roll vai adorar degustar seu lanche ao som de clássicos como Aerosmith, Pink Floyd e Guns N’ Roses.

A Bruttus Burger foi inaugurada em 16 de Maio de 2015, com direção de Jonas Barbosa e Juliana Monteiro.

Serviço

Bruttus Burguer

Local: Av. Prestes Maia, 746 – Jd. D’Abril – Osasco – SP
Horário: terça-feira a sexta-feira das 18:00 às 23:00; sábado das 13:00 às 23:00; e domingo das 13:00 às 22:00.
Reservas: de terça-feira a quinta-feira
Telefone: (11) 4565-7441 ou (11) 4565-7442
Site: http://www.bruttusburger.com.br/