Tag

fotografia

Browsing

Promover experiências. Esta é uma das premissas da Brasil Game Show (BGS), seja por meio da nostalgia de jogar games antigos ou experimentar jogos novos, de conhecer pessoas, ficar próximo de influencers, ou apenas tirar uma foto incrível para guardar de recordação.

Pensando nisso, a feira de games forneceu aos seus visitantes, por meio das marcas expositoras, experiências fotográficas diferenciadas, com cenários instagramáveis, ou seja, ambientes elaborados para tornarem as fotos mais legais e atraentes, convidando assim outras pessoas a irem ao mesmo espaço.

Uma das áreas que mais chamaram atenção dos participantes foi, sem dúvida, o estande do SBT. O local dedicado à emissora de Silvio Santos levou o público ao início dos anos 2000 com o “Pião da Casa Própria”, os transportou para a TV no cenário nostálgico da Vila do Chaves, além de espaços com os icônicos aviãozinhos de dinheiro e barras de ouro.

O estande do Fortnite, um dos maiores da BGS, ambientou o cenário do game no meio do evento e possibilitou os gamers de participarem do jogo de uma maneira diferente, por meio da imersão e fotografia. Outras marcas como a Fanta e a Piticas, ambas patrocinadoras da Brasil Game Show,  trouxeram uma lata de refrigerante gigante e uma caixa de Funko Pop do Homem-Aranha: Longe de Casa, respectivamente, para os visitantes tirarem fotos. 

O estande da Legion, a linha gamer da Lenovo, trouxe uma cabeça de dragão gigante que soltava fumaça, como seu mascote, para instigar o público a conhecer e interagir com a marca. Idealizado, planejado e realizado pela agência Núcleo de Produção, a obra tinha 4,5m de altura e 7m de largura. A programação do espaço também contou com a presença de influencers como Gordox, Calango, Retalho, Nicolino, entre outros nomes.

No dia 21 de setembro, a Canon do Brasil trará ao Brasil, pela primeira vez, o Zoom iN Project, um festival de fotografia gratuito. O local escolhido para sediar o evento será o Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, em São Paulo.

O festival é dedicado para pessoas que amam ser fotografadas ou fotografar e compartilhar, tanto para amadores quanto para profissionais, passando por videomakers e influenciadores digitais.

Por dentro do Zoom iN Project

Photo Talks

O Zoom In Project receberá importantes fotógrafos, como Bob Wolfenson e Araquém Alcântara, que irão palestrar dividindo experiências com o público no espaço Photo Talks, com capacidade para 360 lugares.

Photo Spots

São pontos com cenários interativos e “instagramáveis” onde o público poderá ser fotografado por um fotógrafo profissional. As imagens serão enviadas na hora pelo WhatsApp para o participante. Se o visitante compartilhar a foto, usando a hashtag oficial do evento #afestadafoto, ganhará um brinde especial da Canon.

Photo Shows

Serão locais em que acontecerão dez painéis temáticos sobre diferentes estilos de fotografia como: casamentos, retratos, newborn, fotojornalismo, edição de imagens, entre outros.

Touch and Try

Aqui todos serão fotógrafos e irão conhecer mais sobre os produtos e soluções da Canon. O público poderá conhecer e olhar de perto câmeras e lentes, além de tirar dúvidas com profissionais

Galeria Zoom iN Project

Na Galeria Zoom iN Project, será possível admirar algumas imagens especiais feitas por fotógrafos de renome internacional.

CPS

O Canon Professional Services também estará no evento com serviços de limpeza e verificação de câmeras e lentes. Este será o único serviço cobrado e os valores serão os seguintes: R$150,00 – Limpeza de Kit (corpo de câmera e lente), R$ 90,00 – Corpo e R$ 60,00 – Lente. O serviço é válido para as câmeras EOS Digital da Canon.

Print Zone

Aqui será possível conhecer o processo de impressão. Os especialistas da Canon estarão no local para tirar dúvidas neste dia e demonstrar o processo de impressão em impressoras fine art da empresa.

Zoom iN Project

Quando: 21 de setembro
Horário: 10h às 22h
Local: Pavilhão da Bienal – Parque do Ibirapuera, São Paulo / SP
Site: www.zoominproject.com.br

 

Em um dia ensolarado típico de Recife, Isabelle Marinho começa mais um ensaio do seu Projeto Vem Florir. Mas, antes de iniciá-lo, ela conversa com as modelos para conhecer suas trajetórias, seus gostos e seus relacionamentos.

De acordo com a fotógrafa essa é a parte que mais gosta, é um meio de “quebrar o gelo” e ganhar a confiança das meninas. Para entrar no clima, a paisagem é invadida pelo som de alguma música, as modelos escolhem a trilha sonora que embalará seus ensaios, mas algumas deixam para Isabelle decidir. Ela comenta que a escolha é sempre sensual e pura.

Algumas modelos começam a tirar as fotos com roupa íntima e ao longo do ensaio vão se libertando, empoderando-se e aderindo ao manifesto que é o objetivo de todo o projeto. Isabelle sempre pede para as modelos dançarem e se divertirem com a sessão. Como objeto essencial dos ensaios, as flores projetadas sobre o corpo fazem parte do protesto e embelezam ainda mais o ensaio.

“As flores que uso no projeto sou eu que fotografo. Como sou apaixonada por elas, em qualquer lugar que passo saio fotografando, quando vejo uma plantinha pelas ruas, na casa dos vizinhos, na minha casa, sempre tô ali com a minha câmera. Mas também uso algumas dos Orquidários que temos aqui em Recife, estou sempre visitando e fotografando as orquídeas”, completa Isabelle.

As flores que são projetadas sobre o corpo deram origem ao nome da iniciativa – Projeto Vem Florir -, a ideia é  comparar o crescimento feminino com o das plantas, desde a semente até o desabrochar, e também no perfume e na beleza. Como a mulher em suas fases, as plantas mudam constantemente, desde a pequena semente até o desabrochar.

Criado há um ano e sete meses, o movimento artístico é também um protesto para qualquer forma de violência contra a mulher e surgiu com a necessidade de discussão do manifesto contra a sexualidade do corpo feminino ante a censura dos seios nas redes sociais e principalmente sobre as agressões sofridas no dia a dia.

“Busco quebrar o paradigma da imagem machista que existe há milhares de anos. A forma que as pessoas veem a sexualidade do corpo feminino é muito grosseira e ignorante. Quero provar que nosso corpo pode ser mostrado, sim. O corpo fala sobre quem somos, conta nossas histórias”, explica Isabelle.

Ficou curioso?  Você pode conferir todas as fotos do ensaio no Instagram da fotógrafa Isabelle Marinho pelo @vemflorir_ .