Amazônia Paulista abriga uma das maiores riquezas estaduais

Já pensou em fazer uma trilha com os pés e pernas submersos num rio? A primeira sensação é agonia e aquele friozinho na espinha. Mas ao decorrer do percurso, a água no tênis deixa de ser um empecilho e você acaba se acostumando. Cada balanço do rio te faz imaginar um animal diferente, o suspense e adrenalina compensam todos os quilômetros percorridos e a oportunidade de ver as paisagens que a natureza proporciona te faz esquecer os desafios, e encoraja a chegar a última e mais bela visão: Queda do Meu Deus.

O nome não é à toa, e se refere aquela expressão mais sincera quando temos uma surpresa de tirar o fôlego. A cachoeira de 53 metros de altura é um verdadeiro espetáculo, e como se não fosse surpresa o suficiente, ela abriga, debaixo de sua queda, uma pequena caverna.

A trilha que passa pelo percurso do rio se chama Vale das Ostras, e é uma das mais requisitadas pelos turistas que visitam Eldorado. São mais de nove cachoeiras em seu percurso, de 5 até 53 metros de altura, piscinas naturais de águas cristalinas e escalada sobre pedras. Cada cachoeira proporciona uma aventura diferente.

Considerado pelo Estado uma estância turística, Eldorado fica localizado a apenas 280 quilômetros da cidade de São Paulo e possui uma geologia diversificada que atrai muitos visitantes ao longo do ano. O município paulista é considerado o quarto maior da cidade, com mais de 70% de área coberta por Mata Atlântica, em ótimo estado de conservação.

O território abriga muitas cavernas, e a mais conhecida é a Caverna do Diabo (Gruta da Tapagem), localizada no Parque Estadual Caverna do Diabo. “A região é reconhecida pela UNESCO como Reserva da Biosfera do Patrimônio Mundial, desde fevereiro de 1993”, conta Gabriel Hallai, administrador da pousada Arapassu, em Eldorado.

O Parque Estadual Caverna do Diabo constitui o Mosaico de Conservação do Jacupiranga. O lugar foi descoberto há mais de 50 anos e sua história é povoada pelas mais incríveis lendas, o que atrai ainda mais o interesse dos visitantes.

“A caverna tem intervenção humana no trecho de visitação, possui iluminação, escadas e guarda-corpos que a tornam acessíveis todas as idades. As formações dentro da caverna são a atração principal, uma obra prima da natureza que merece diversas visitas. São muitos detalhes para se apreciar em todo canto se olhe”, conta Fernanda Sanches, pedagoga, sobre a visita que fez no último verão.

Apelidada como Amazônia Paulista, Eldorado reserva grandes surpresas aos visitantes. Vale das Ostras e Caverna do Diabo são as principais atrações, mas as trilhas e paisagens não param por aí. Existe um catálogo com diversas opções apresentadas por guias turísticos, para indicar qual aventura se adequa ao que você busca e por onde começar. Lembrando que todos os passeios são feitos com acompanhamento profissionalizado.

Com toda sua extensão e trilhas de dificuldades alta, Eldorado é sem dúvida uma aventura para quem tem fôlego.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s