Da praia à Sapucaí: Rio de Janeiro é só festa

O Rio de Janeiro continua lindo e bombando no carnaval. A cidade maravilhosa, que é mundialmente conhecida, abriga um dos maiores carnavais do Brasil. Com muitos blocos, grandes escolas de samba e belas praias, o Rio é um dos destinos mais procurados por turistas brasileiros e estrangeiros.

Os mais variáveis blocos, com diferentes estilos arrastam muitos foliões em solo carioca antes, durante e depois do carnaval. Ao todo são 451 bloquinhos. O maior e mais tradicional é o Cordão da Bola Preta, que costuma levar mais de um milhão de foliões para as ruas do centro da cidade no sábado de carnaval.

Além dele, outros como Banda de Ipanema, Simpatia Quase Amor, Sargento Pimenta, Orquestra Voadora, Carmelitas, Monobloco, o Bloco da Preta e Blocos das Poderosas também arrastam multidão pelas ruas do Rio.

O jornalista Ulisses Valentim, 27, é carioca da gema e desde sempre frequenta os bloquinhos de sua cidade. Ao longo dos anos ele já foi à dezenas, e costuma sempre ir no Imprensa que eu Gamo, Bangalafumenga, Bloco da Favorita, Monobloco e Cordão do Bola Preta.

Chegou a sair uma vez da cidade para passar no interior de São Paulo e se arrependeu. “O Rio tem uma mística no carnaval. É uma cidade que passa  por um grande processo de elitização de espaços que eram considerados do povo. O carnaval de rua chega a ser um ponto de resistência a tudo isso que acontece. Na cidade do Rio de Janeiro, o rico e o pobre, que não se misturam durante todo ano, nesse período de festa viram meros foliões.”

Além dos blocos, a Sapucaí é o palco de belos desfiles. Durante a sexta e o sábado, as escolas dos grupos de acesso desfilam domingo e na segunda-feira é a vez das escolas do grupo especial. Fantasias, cores, samba e muita alegria formam um dos mais belos espetáculos do carnaval brasileiro.

A aposentada Maria Jacuru, 65, desfila há 18 anos na Mocidade Independente de Padre Miguel, sua escola de coração. Desde que começou a sair pela escola, sempre saiu na alas da comunidade, onde as fantasias são dadas aos moradores dos bairros próximos da quadra.

Em meados de novembro, dona Maria já começa a se preparar para a tão esperada data. “As escolas de samba são o carro-chefe do carnaval carioca. Todo mundo para pra ver os desfiles e quando os sambas-enredo são marcantes, eles ficam marcados durante todo o carnaval”, comenta a aposentada.

Quando questionada sobre como se sente na Sapucaí, ela diz: “A sensação é maravilhosa, pena que passa tão rápido, quando você menos espera já está cruzando a praça da Apoteose e voltando a ser uma pessoa normal. Mas é muito bom fazer parte do maior espetáculo da terra”.

Para quem deseja curtir um pouco de praia antes, entre ou depois dos blocos, Ipanema, Copacabana, Leblon e Arpoador são ótimas opções por ficarem próximos à agitação. Para quem quer ficar um pouco mais distante da bagunça, a rústica e linda praia de Grumari, que fica localizada na Zona Oeste da cidade, é uma opção.

Foto: Wanessa Santos
Foto: Wanessa Santos

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s