Vidas ao vento – incrível e filosófico

Do mesmo diretor de A Viagem de Chihiro e Meu vizinho Totoro, Hayao Miyazaki encerra sua carreira com uma das mais belas animações de todos os tempos. Vidas ao vento (Kaze Tachinu), é o último filme do mestre no Studio Ghibli. Este filme traz todo o peso de suas conquistas como diretor em seu ponto mais alto. O patamar que Vidas ao Vento se eleva é estrondoso, a fotografia é impecável, a trilha sonora é calma, inquieta, curiosa, leve, harmoniosa e conduz muito bem a narrativa.
 
A história gira entorno de Jiro Horikoshi, um dos maiores projetistas da história da aeronáutica japonesa. Quando criança, ele sonhou que voava em um avião em formato de pássaro e isso o levou a dedicar toda a sua vida para cumprir esse objetivo. Em sua jornada, conhece a bela Naoko, por quem acaba desenvolvendo um amor de décadas. No entanto, Naoko fica profundamente doente, sem saber se sobreviverá. A exposição da essência da vida com a filosofia do que se quer ser quando crescer, é explorada de modo fantástico. O filme conduz o espectador a refletir sobre a infância, os sonhos, os amores, os desejos e o despertar de um senso crítico.
 
A animação é incrível, os personagens são bem desenhados, os cenários são abertos e puramente saudosista em todos os aspectos: carros, casas, trajes, comportamento, mudança com a tecnologia e o estudo de outras nações. O arco do personagem principal, se resume em sua carreira, e a doença de sua esposa, seguindo a linha de esperança, coragem e fragilidade, retratando uma verdadeira lição de como é ser humano. A filosofia fica evidente em todos os aviões que chegam ao céu e podem, de uma hora para a outra, se despedaçar. Diversas metáforas estão inseridas para simbolizar os sonhos e as vontades mundanas.
 
A fragilidade do enredo final tenta mostrar que nada será imortal, nem os sonhos, nem o amor, nem mesmo a sua vontade de ser feliz, e sim, a esperança de se erguer cada vez que cair. Em suma, a obra fecha com chave de ouro a carreira de Hayao Miyazaki e desbanca a maioria dos filmes com selo Disney e Pixar. Um excelente vislumbre da vida em forma de animação, incrível e filosófico.
Foto: Divulgação/ Studio Ghibli.
Foto: Divulgação/ Studio Ghibli.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s