A (re)urbanização coletiva

Morador da conhecida Paraisópolis há mais de 30 anos, o pedreiro Atayde Caetite Cerqueira já construiu mais de 100 casas dentro do bairro da Zona Sul de São Paulo, junto ao URBZ Brasil. Ele chegou a ir para Índia para participar de um workshop sobre urbanização realizado em 2014, junto a um estudante de arquitetura e ex-integrante do grupo. Para ele, foi uma experiência incrível.  “A Índia é um país maravilhoso, muito diferente do que a mídia mostra. Os 15 dias que estive lá foram gratificantes, pois ensinei e também aprendi muito com os indianos”, conta Atayde.

O projeto que nasceu em 2008, em Mumbai, na Índia, tem atualmente colaboradores espalhados pelo mundo e está presente na comunidade do Paraisópolis desde 2012. O URBZ, que visa um planejamento de desenvolvimento urbano, atuando junto a moradores da comunidade. A equipe conta com arquitetos, estudantes, fotógrafo e um diretor de cinema que vão ao bairro pelo menos uma vez por semana.

O grupo vem pesquisando o modo de vida, a sociabilidade e as dinâmicas econômicas e culturais em Paraisópolis. Para eles, os moradores são peças fundamentais para um crescimento urbano, pois são especialistas do bairro, e as experiências que acarretam por meio de vivências do cotidiano constroem um conhecimento primordial para um planejamento e desenvolvimento urbano.

“Eu acho muito importante esse projeto aqui dentro da comunidade, pois ele vem ajudando a modificar a vida das pessoas, e o melhor de tudo é que elas ajudam nessa modificação, pois também ajudam a criar junto a essa equipe dedicada”, afirma o pedreiro.

Os trabalhos realizados são pontuais, um ou dois grandes projetos são desenvolvidos ao longo do ano. No dia a dia, os moradores junto aos participantes do URBZ vão caminhando juntos, sejam em grandes ou pequenos reparos. As atividades feitas vão de pavimentação, grafites em muros, serviços de jardinagem até reconstrução de moradias.

Acredito que o modo que trabalhamos causa um impacto positivo em Paraisópolis. Há moradores que trabalham e colaboram com a gente desde o começo do projeto e essa é a parte mais importante e gratificante, pois isso faz com que possamos crescer e aprender juntos com eles”, afirma o arquiteto Fernando Botton dos “Arquitetos URBZ Brasil”,  do projeto no bairro da Zona Sul.

comunidade

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s