Cinema na praça é opção cultural gratuita na Zona Oeste de SP

Luz, câmera e ação! Já pensou em variar o modo de assistir a um filme e ainda poder aproveitar a noite paulistana? Comum na década de 50 nos Estados Unidos, as sessões de cinema ao ar livre vem conquistando os moradores e turistas da capital.  Com almofadas para o público e pipoca gratuita, um dos exemplos deste projeto é o Cine na Praça, idealizado pelo Grupo Kling em 2012. As sessões acontecem toda quinta-feira na Praça Victor Civita, sendo apresentados, um curta e um longa-metragem que promovam debates e reflexões sobre o tema que exploram.

“Fiz uma viagem em 2011 para Chicago e pude acompanhar uma exibição ao ar livre no Millennium Park e gostei muito da ideia de poder unir as pessoas”, relembra Thiago Kling, coordenador do projeto, que tem por sessão, em média, de 200 a 400 pessoas presentes. De acordo com o idealizador do Cine na Praça, o intuito de ir para outras regiões do país existe, mas ainda não há nada fechado em outros estados.

“Oferecer uma programação gratuita é, sem dúvida nenhuma, um dos nossos objetivos. Existe uma barreira social densa, porém invisível para os olhos desatentos. O Cine na Praça possui entre os seus frequentadores moradores de rua, estudantes, designers e até mesmo empresários. Este caleidoscópio social reflete não só as desigualdades da nossa sociedade como um ponto em comum a todos – o cinema. Toda a programação é gratuita e será assim até o fim do projeto”, conclui.

A interatividade com o público também é um diferencial do projeto, para quem é cineasta, estudante de cinema ou está começando a se aventurar no universo audiovisual o Cine na Praça lançou uma plataforma de seleção de curtas para compor a programação do projeto no calendário 2016.

“Pretendemos que esta iniciativa possa, quem sabe, despertar o interesse do nosso público em buscar outras obras nacionais e ajudarmos desta forma que as pessoas estabeleçam um novo olhar para a filmografia nacional, livre de preconceitos”, conta Kling.

Não são somente as grandes praças e parques de São Paulo que recebem estas mostras de cinema. Só no último ano, filmes já foram apresentados em estacionamentos, nas áreas livres de centros comerciais e em muitos outros lugares da cidade. A gerente de e-commerce, Marcella Andrade, assistiu a uma sessão que aconteceu em um shopping da capital e se declara a favor de encontrar mais programações desta forma.

“Assisti no estacionamento e gostei bastante. Primeiro, porque me deu uma sensação muito boa de proximidade com quem eu estava na hora, e segundo, todos aparentavam estar mais a vontade, naquele clima de aconchego, mesmo sendo dentro dos seus carros ou sentados no chão”, explica a gerente.

Curtas e longas metragens são reproduzidos semanalmente na capital paulista / Foto: divulgação
Curtas e longas metragens são reproduzidos semanalmente na capital paulista / Foto: divulgação

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s