Conheça a origem do Halloween e seus significados

O halloween, ou dia das bruxas, é comemorado no dia 31 de outubro. A festa tem o intuito de promover decorações de terror nas casas, fantasiar crianças e deixá-las sair pelas ruas para pedir doces. Mas, você conhece o seu verdadeiro significado e os símbolos deste dia tão aclamado por ser sombrio e ao mesmo tempo divertido?

Sua origem ainda é uma das perguntas mais difíceis de se responder. Para muitos,  é uma tradição pagã que referia-se ao festival celta da colheita, o Samhain, e era celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro para marcar o fim do verão. No entanto, para outros, acredita-se que suas raízes são cristãs.

Para os celtas, a terra dos mortos era um lugar de felicidade plena, onde não havia fome, nem dor. As festas contavam com a presença de sacerdotes Druidas que faziam o papel de ”médiuns”, ou seja, pessoas que poderiam fazer contanto entre os vivos e os mortos. Nesta época, dizia-se que os espíritos dos mortos voltavam para visitar seus parentes, e guiá-los para o outro mundo.

Já a origem cristã, era uma festa em honra de todos os santos, e inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III mudou a data para o dia 1 de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na basílica de São Pedro, na Roma.

Mais tarde, em 840, o Papa Gregório IV ordena que a festa fosse celebrada no mundo todo. Por ser grande, a festa ganhou uma celebração vespertina, que é preparada no dia anterior (31 de outubro). Na língua inglesa, vigília era chamada de all hallow’s eve (todos os santos), depois foi modificando-se e passando por diversas nomenclaturas como all hallowed eve, e all hallow een, até chegar à palavra halloween.

De fato, não podemos afirmar, especificamente, quando a celebração começou, mas seu intuito é ser uma grande festa para ‘extravasaras coisas ruins uma vez ao ano. Baseado nisto, o clima de terror consome casas que são enfeitadas com teias de aranha, crânios, caixões, e monstros de todos os tipos. Ao que parece, tudo o que é relacionado ao medo humano se mistura para ser transformado no plano de fundo desta festa mórbida e sombria.

Curiosamente, com o avanço dos anos, o halloween transformou-se em algo comercial, e logicamente, fantasias e máscaras começaram a ganhar cada vez mais adeptos. Um fato curioso, é que as crianças mais carentes pedirem aos pais que permitam que elas façam cortes em lençóis com o objetivo de parecerem fantasmas. A origem disto é que, antigamente, quando enterrava-se pessoas, elas eram sepultadas com um tipo de tecido branco que cobriam seus corpos a fim de lhe dar paz na outra vida. Sabendo disto, não é difícil raciocinar que uma criança assemelhou a cena de alguém sendo enterrado e ter ligado aos fantasmas.

No Brasil, a festa não chega a ser tão popular quanto em outros países, a explicação pode ter vários sentidos, um deles é que o clima no país não é tão confortável de se usar uma fantasia devido ao calor, também temos a religião cristã que não apoia uma celebração em tom de ‘alegria’ aos mortos. Por fim, em 31 de outubro no Brasil, é comemorado o dia do Saci, a data comemorativa foi criada há menos de uma década para exaltar o folclore brasileiro, em oposição ao dia das bruxas nos Estados Unidos.

Em suma, mesmo que esta data não seja tão conhecida entre os brasileiros, vale ressaltar que diversas casas noturnas promovem festas com o tema, lojas de fantasias cada vez mais investem nesta celebração, e os filmes de terror têm aumentado de forma espetacular com o passar dos anos.

Curiosidades:

O GATO PRETO: O gato preto é odiado nas lendas porque afirmava-se que bruxas se transformavam neles, e algumas pessoas também diziam que o animal era um espírito maligno.

O CALDEIRÃO: Antigamente, este objeto era comum nas casas, era praticamente uma panela gigante em que você poderia preparar refeições, e esquentar líquidos. O que faz as pessoas ligarem eles as bruxas, é que algumas mulheres não saíam de casa e sempre estavam  na frente de um caldeirão preparando algo, o que levantou suspeitas em seus comportamentos e, depois disto, já falavam em poções, magias e encantamentos. 

VELA: É simbolizada por ser a luz que sempre indica o caminho para os mortos e os espíritos malignos.

TRICK OR TREAT OU GOSTOSURAS OU TRAVESSURAS: As crianças depredavam as casas em resposta para extravasar sua raiva e seu descontrole em anos muito difíceis economicamente falando. Após estes atos, vizinhos subornavam as crianças com doces para não terem suas casas destruídas, o que deu certo e tempos depois tornou-se tradição.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s